O que há para não amar na era digital do marketing bancário? Os consumidores podem agora aceder aos serviços independentemente da distância que estejam da sua instituição financeira local.

Tudo isso parece muito conveniente e seguro para os clientes. Mas a história é totalmente diferente para os profissionais de marketing que estão lutando para acompanhar o ritmo da tecnologia.

O marketing bancário hoje não é o que costumava ser há alguns anos. Muita coisa está mudando. Por exemplo, as consultas móveis para “banco perto de mim” aumentaram mais de 60% nos últimos dois anos. (Fonte: Google)

O QUE É MARKETING BANCÁRIO

O marketing bancário é a prática de atrair e adquirir novos clientes por meio de estratégias de mídia tradicional e mídia digital. O uso dessas estratégias de mídia ajuda a determinar que tipo de cliente é atraído por determinada instituição. Isto também inclui diferentes instituições bancárias que utilizam propositadamente diferentes estratégias para atrair o tipo de cliente com quem desejam fazer negócios.

O banco digital não é mais um fenômeno estranho no mundo desenvolvido. Aderir a velhas estratégias é abrir caminho para a irrelevância. Isto significa que é necessária uma mudança para as instituições financeiras.

Uma mudança que integra planos de marketing tradicionais com estratégias digitais que produzem resultados mensuráveis.

  • Continue lendo para descobrir como isso pode funcionar para sua instituição.
  • Por que as estratégias de marketing bancário precisam mudar
  • O problema com estratégias tradicionais
  • Por que o marketing digital é o futuro
  • O marketing do banco local também é muito importante
  • A chave para uma estratégia eficaz de marketing bancário
  • Estratégias que funcionam

  • POR QUE AS ESTRATÉGIAS DE MARKETING BANCÁRIO PRECISAM MUDAR

    Como disciplina, o marketing evoluiu nas últimas décadas para se tornar o que é hoje. Anteriormente, as estratégias de marketing eram principalmente um meio de divulgar a marca.

    Hoje, o marketing foi reinventado para assumir um papel muito maior. Criando valor e receita para a instituição.

    É um grande avanço em relação à sua função anterior de comunicação, sem dúvida. Um que foi necessário pela evolução de três fatores: o consumidor, a tecnologia e a análise de dados.

    1. O consumidor mudou

    A publicidade está seguindo o caminho dos dinossauros à medida que os consumidores estão começando a confiar mais no conteúdo objetivo da web e nas avaliações dos clientes. A forma como aprendem sobre produtos financeiros mudou. Portanto, o mesmo aconteceu com a forma como eles compram ou assinam seus serviços financeiros.

    Esbanjar em publicidade não é mais uma estratégia razoável nem viável. Agora, todos os olhos estão voltados para o conteúdo digital.


  • 2. A tecnologia mudou

    Se a sua instituição ainda vê o marketing como uma “despesa” e não como um “investimento”, é provável que você esteja gastando toda a sua energia e recursos tentando minimizar essas despesas, enquanto deveria se concentrar na otimização.

    A tecnologia nos trouxe a automação de marketing, bem como a capacidade de calcular o retorno sobre os juros (ROI) de marketing e rastrear as vendas. Isso possibilitou que as empresas testassem campanhas de marketing. Em seguida, otimize-os para diferentes públicos. E, finalmente, implemente-os mais rapidamente para aumentar a eficácia.

    A tecnologia transformou o marketing de sucesso em otimização. Investir na tecnologia certa é a chave para desbloquear todo o potencial de marketing da sua instituição.

    3. A análise de dados é uma virada de jogo

    Hoje, todas as informações que uma instituição precisa sobre seus clientes potenciais podem ser acessadas usando o fluxo de dados correto. Devemos agradecer às análises por isso. Não é mais uma questão de toque e pronto, mas sim uma ciência refinada.

    Você pode utilizar facilmente análises para encontrar clientes em potencial prontos para gastar em tudo o que você está vendendo. Da mesma forma, você pode explorá-lo para identificar a mídia digital certa para entregar ao seu público-alvo e obter o máximo efeito.

    A análise tornou possível muito do impossível, entregando aos profissionais de marketing as chaves dos dados financeiros e comportamentais de seus clientes. Assim, fornecendo muitos leads tangíveis para a força de vendas transformar em conversões.


  • O PROBLEMA DAS ESTRATÉGIAS TRADICIONAIS

    Não seria justo dizer que as estratégias tradicionais se tornaram completamente inúteis. Independentemente dos avanços tecnológicos, outdoors, anúncios em jornais e cartões de visita sempre estarão lá para servir a um propósito. Não espere que eles desapareçam durante a noite.

    Dito isto, as falhas das estratégias tradicionais podem ser resumidas em três pontos:

    • Não há resultados mensuráveis. Talvez este seja o maior problema das estratégias de marketing tradicionais. Os resultados não são fáceis de medir e, às vezes, nem sequer podem ser medidos. Não há como saber o que está funcionando e o que não está, porque não há resultados para se basear.
    • É bem caro. Em comparação com o marketing digital, a boa e velha publicidade tradicional consumirá seu orçamento de marketing muito, muito mais rápido.
    • Não é interativo. Esta é a razão pela qual o marketing tradicional simplesmente não tem lugar no cenário atual de marketing digital altamente interativo. Claro, você pode colocar um outdoor ou um anúncio no jornal, mas não adianta muito, basta ficar sentado esperando que as pessoas vejam.

    Fora isso, não serve para nenhum outro propósito. Você pode ver por que o marketing digital está em vantagem agora, não é?


  • POR QUE O MARKETING DIGITAL É O FUTURO

    Você não precisa ir muito longe para ver que as empresas da esquerda e da direita estão prestando mais atenção ao marketing digital.

    Veja, o marketing bancário digital tem muitas vantagens, apesar de ser mais barato e muito mais eficaz do que as táticas tradicionais. Veja como sua instituição financeira se beneficiará ao mudar para um plano de marketing baseado em canais digitais.

    • O marketing digital oferece um alcance incomparável. Nunca na história do marketing foi tão fácil acessar um público global. O principal problema que os profissionais de marketing enfrentam é aprender como restringir esse fluxo de informações apenas ao seu público-alvo. É quanto poder eles têm à sua disposição.
    • O marketing digital fornece métricas mensuráveis ​​por meio de análise de dados. Quase todos os aspectos do marketing online podem ser medidos. Além disso, estes dados podem ser acumulados, ajustados em tempo real e refinados para se adequarem a dados demográficos específicos. Não é nenhuma surpresa que o marketing digital também seja conhecido como marketing rápido.
    • Acompanhar o ROI de marketing não é mais um desafio intransponível. Há análises de dados mais do que suficientes disponíveis. Para reiterar, quase todos os aspectos do marketing digital produzem resultados mensuráveis.
    • O marketing digital não é caro. Esqueça os altos custos da publicidade em outdoors ou slots de TV ou da colocação de anúncios no jornal. O marketing digital é acessível, mas eficaz.

    Além disso, cancelar e estender campanhas nunca teve menos burocracia. Assim, sua instituição tem toda a flexibilidade do mundo para adequar suas campanhas de marketing digital conforme a necessidade.

 

O MARKETING DO BANCO LOCAL TAMBÉM É MUITO IMPORTANTE

Então, se o marketing digital está na moda agora, isso significa o fim das instituições físicas? Não, de acordo com este estudo, que descobriu que 64% dos clientes ainda fazem visitas de rotina ao banco local pelo menos uma ou duas vezes por mês.

Por que isso ainda acontece mesmo com as inúmeras ferramentas bancárias digitais à sua disposição? Como as agências bancárias locais oferecem duas coisas, nenhuma estratégia de marketing digital pode oferecer.

1. Um senso de comunidade

Os bancos locais são a espinha dorsal das pequenas economias. Eles fazem parte da comunidade em que seus clientes vivem. Ao contrário de sua grande instituição financeira multinacional, eles não são vistos como frios, impessoais e profissionais. Em vez disso, são vistos como amigos e familiares que ajudam a apoiar as empresas locais.

Nenhum aplicativo de banco móvel pode proporcionar um sentimento de pertencimento e comunidade oferecido nas agências bancárias locais.

2. Conexão Emocional

A empatia é mais importante para seus clientes do que você pensa. Eles querem sentir que seu dinheiro está sendo administrado por seres humanos com sentimentos e emoções. É por isso que, quando estão em situações financeiras estressantes, preferem falar com uma pessoa que possa compreender e amenizar seus medos.

A linguagem corporal, as expressões faciais e os rostos familiares amigáveis ​​contribuem para formar um vínculo emocional. Isso é extremamente importante para os clientes!

 

 

É A CHAVE PARA UMA ESTRATÉGIA EFICAZ DE MARKETING BANCÁRIO

O que torna uma estratégia bem-sucedida? A resposta é mais simples do que você pensa.

A chave para tornar sua estratégia eficaz é adaptá-la para informar e educar seus clientes. Quando você treina seus funcionários para fornecer aos clientes todas as informações e educação de que precisam, a confiança começa a se formar.

Seus clientes se sentem mais confiantes em abordá-lo para obter orientação financeira e provavelmente estarão inclinados a usar seus serviços financeiros, bem como a recomendá-los a outras pessoas. É simples, mas também é extremamente eficaz.

ESTRATÉGIAS QUE FUNCIONAM

1. Segmentação demográfica local

Você provavelmente já ouviu o conselho “visar o grupo demográfico certo”, mas o que isso significa exatamente? A razão pela qual a maioria das estratégias bancárias falham é porque são demasiado genéricas.

Esqueça a segmentação dos baby boomers ou a adaptação de seus serviços para atender à geração do milênio. Em vez disso, concentre-se na população local. Você está situado em um distrito escolar? Por que não oferecer empréstimos personalizados para estudantes de ensino médio que desejam ingressar na faculdade?

A sua instituição fica nos subúrbios? Que tal oferecer empréstimos personalizados para ajudar os novos pais a levarem seus filhos à escola? Melhor ainda, porque não fornecer meios para que novas famílias adquiram casas na área com empréstimos hipotecários acessíveis?

Não importa quão grande ou pequena seja a sua instituição, atingir o público local com serviços financeiros adaptados para atender às suas necessidades é uma estratégia de marketing tão sólida quanto qualquer outra.

 

. Integração de serviços e aplicativos digitais

O banco digital é rápido, conveniente e fácil de usar, e se sua instituição ainda não começou a se integrar a aplicativos e outros serviços digitais, você está atrasado.

Estima-se que 85% da população dos EUA possua smartphones. (Fonte: Pew Research Center) A mesma porcentagem da população é ativa nas redes sociais. Menos pessoas acham atraente fazer fila nos bancos, então por que não ajudá-las a entrar na esfera digital?

A falta de serviços bancários digitais é o mesmo que afastar sua clientela de confiança. Com uma parte tão grande da população nas redes sociais, não deveria ser difícil colocar os que não entendem de tecnologia entre eles no movimento digital através do uso de campanhas nas redes sociais e coisas assim.

3. Melhorando o alcance do cliente

O alcance do cliente é uma cortesia que está morrendo neste mundo cada vez mais digital, e é por isso que você deve prestar mais atenção a ele. A importância da conexão individual não passa despercebida aos seus clientes, mas não se limite a entrar em contato sem agregar valor a eles.

As estratégias de sensibilização do cliente que funcionam incluem workshops de literacia financeira, consultas individuais gratuitas, formação de clientes sobre como melhorar a segurança do seu banco online ou mesmo ensiná-los a fazer a mudança para o banco online.

 

4. Ficar à frente das tendências tecnológicas

Isso não significa que você deva aproveitar todas as tendências tecnológicas que surgirem. Nem todos eles beneficiarão sua instituição. No entanto, a importância da adoção de novas tecnologias não pode ser subestimada.

Automação e IA são duas tendências tecnológicas que você deve se esforçar para apoiar. A automação pode ser útil na aprovação de empréstimos e hipotecas, enquanto a IA pode ajudar na criação de seções on-line interativas, como

FAQs carregados com informações completas sobre os serviços que você oferece. Lembre-se de que, por mais que seja importante estar à frente da curva, também é crucial proporcionar uma experiência de alta qualidade.

5. Atribuindo valor real aos consumidores

Certifique-se sempre de que o que você está oferecendo aos seus clientes tem valor. Se um produto ou serviço não for mais relevante, corte-o. Simplificar seus processos para fornecer o máximo valor aos clientes não é apenas uma ótima estratégia de marketing bancário, mas também ajuda a evitar custos desnecessários.

Compare seus produtos com os de seus concorrentes e veja quais oferecem mais valor aos clientes e, em seguida, otimize-os.

Um exemplo é a nova marca de serviços modulares que permite aos clientes adaptar pacotes financeiros de acordo com as suas necessidades, em vez de ficarem presos a pacotes de contas bancárias, empréstimos ou hipotecas desatualizados.

6. Adotando boas estratégias de marketing digital

Estratégias de marketing digital como SEO aumentam sua visibilidade online, enquanto um ótimo conteúdo ajuda você a construir uma base de clientes online fiéis. Use essas táticas ao desenvolver o lado digital da sua instituição financeira.

 

7. Fazendo bom uso dos programas de fidelidade

Os programas de fidelidade não tratam apenas de distribuir recompensas; o objetivo é incentivar seus clientes a continuar comprando seus produtos financeiros. Como tal, não se concentre muito em pontos de cartão de crédito ou outras recompensas comuns. Seja criativo com isso.

Há muitas maneiras de recompensar seus clientes por permanecerem fiéis. Você pode reduzir (ou eliminar) as taxas de uso de caixas eletrônicos, oferecer descontos em taxas de empréstimos e hipotecas ou até mesmo aumentar suas poupanças e taxas de juros de contas correntes.

8. Priorizando a experiência do cliente

Por último, mas não menos importante, certifique-se de oferecer uma experiência de qualidade aos seus clientes. Os clientes são a força vital de qualquer negócio e, no mundo acelerado de hoje, o que importa é a qualidade da experiência.

A chave é oferecer valor de forma consistente em todos os seus serviços. Não se esforce muito para impressionar com inúmeras promoções e truques de marketing. Em vez disso, seja seu consultor financeiro confiável, ofereça-lhes as melhores taxas de juros da cidade e forneça-lhes atendimento ao cliente para escrever para casa.

No final das contas, trata-se de como você pode fazer o cliente se sentir em relação à sua instituição. Você inspira confiança, confiança e incentiva uma conexão? Caso contrário, você precisa voltar à prancheta.

 

PALAVRA FINAL SOBRE ESTRATÉGIAS MODERNAS

O marketing bancário hoje depende muito do marketing digital porque é onde todos estão hoje. A conveniência e a facilidade de acesso a aplicativos e serviços bancários são atraentes demais para serem ignoradas pela maioria das pessoas e, para a maioria das pessoas, as instituições que não possuem esses serviços rudimentares não valem o seu tempo.

Com o conjunto de ferramentas e análises de dados à sua disposição, não é difícil calcular seu ROI, descobrir o que funciona e o que não funciona para personalizar melhor suas estratégias.

Contate o projeto Omega para impulsionar o marketing do seu banco ou explorar Soluções completas de marketing prontas para uso.